Óleo de Prímula Emagrece?

óleo de prímula - o que é - para que serve - efeitos colaterais

oleo de primula emagreceMuitas pessoas estão buscando por óleo de prímula sem conhecer bem o que é este produto, como encontrá-lo e quais são os verdadeiros benefícios que ele oferece.

A prímula é uma planta nativa da América do Norte que produz flores amarelas, diversas pesquisas notaram que o óleo produzido pela semente desta planta oferece benefícios consideráveis para o corpo.

Isso acontece porque a prímula tem um tipo de ácido graxo da família do Ômega 6, o gama linolênico, que melhora o funcionamento do organismo. Esse tipo de ácido graxo não é produzido pelo corpo, por isso sua ingestão através de alimentos ou de suplementos se torna necessária.

Óleo de Prímula para que serve?

Afinal, ara que serve óleo de prímula? Esse ácido melhora o funcionamento do organismo e isso acaba refletindo na pele e no cérebro melhorando então problemas dermatológicos e até hormonais. Oleo de primola

Os principais benefícios do óleo de prímula estão relacionados aos hormônios, por isso o seu uso garante a melhora dos sintomas da TPM.

A tensão pré-menstrual é um mal que atinge sete em cada dez brasileiras. Os sintomas mais comuns são os inchaços, dores, cólicas, compulsão alimentar e a mudança de humor.

O linolênico vai atuar regulando os hormônios femininos que geram esses incômodos durante a TPM, dessa maneira é possível aliviar totalmente ou parcialmente cada um deles.

Mas esse não é o único benefício do óleo. Quem consome esse produto consegue impedir a perda de água através da pele, mantendo a hidratação natural e melhorando a elasticidade.

Além de saudável, sua pele ainda fica mais tolerante à exposição solar prevenindo o envelhecimento precoce.

O óleo de prímula também é indicado para o tratamento da hiperatividade infantil. O ácido graxo contido em sua fórmula é capaz de melhorar o comportamento de crianças hiperativas logo nos primeiros três meses de uso.

Óleo de prímula não engorda

Muitas pessoas tentam saber se este produto engorda ou se é capaz de auxiliar no processo de emagrecimento. Nenhuma das pesquisas realizadas por médicos e farmacêuticos sobre o óleo de prímula falam sobre a ganha de peso pelo consumo das cápsulas, até porque a quantidade em cada uma delas é controlada.

Mas quem quer perder peso precisa saber que o óleo de prímula não é o produto mais indicado para isso. Não há elementos em sua composição que ajudem a emagrecer como acontece no óleo de coco.

Na dúvida consulte um médico ou nutricionista para que ele indique o melhor tratamento para o seu problema. Também pesquise sobre as marcas que oferecem o óleo de prímula evitando comprar produtos de procedência duvidosa.

O óleo de Prímula tem conquistado as mulheres e não é por auxiliar a perda de peso. O problema que este produto trata é outro tão mais comum entre as brasileiras que pode atingir cerca de 80% das mulheres: a TPM.

A tensão pré-menstrual é ocasionada por uma série de alterações hormonais que resultam em mudanças de humor, dores, cólicas, inchaço, compulsão alimentar e outros sintomas.

A prímula, uma flor nativa da América do Norte, oferece em suas sementes o óleo de prímula que contém ácido graxo “gama linolênico” que melhora o funcionamento do organismo. Os ácidos graxos não são produzidos pelo corpo, sendo necessária a ingestão de alimentos que os ofereçam.

Entre os mais comuns estão o peixe, a soja e o girassol. A descoberta do óleo de prímula vem para revolucionar o mercado oferecendo um tratamento natural para o fim da TPM.

Isso acontece porque com este ácido os hormônios femininos permanecem regulados durante a TPM evitando os sintomas desconfortáveis do período. Outro benefício do óleo de prímula para a TPM é o efeito anti-inflamatório que melhora as dores no corpo.

Não pense que a recomendação é feita apenas pelas empresas interessadas na venda deste óleo. Um estudo feito pelo Centro de Medicina Integrada Cedas-Sinai, na Califórnia (Estados Unidos), comprovou os benefícios óleo de prímula em acabar com a TPM.

O resultado dessa pesquisa, feita com 68 mulheres, foi apresentado durante uma conferência anual do ramo farmacêutico mostrando que em 61% delas tiveram melhora total nos sintomas da TPM, 23% melhoraram parcialmente e em apenas 16% não teve efeito percebido.

Onde comprar Óleo de Prímula

No mercado encontramos diversas marcas que já comercializam o óleo de prímula falando dos benefícios referentes à tensão pré-menstrual e também do combate ao envelhecimento precoce, a melhora em doença da pele (dermatites) e o controle da perda de água através da pele.

Não há contra indicações para o uso do óleo de prímula, mas em casos de doenças crônicas é preciso consultar um médico para saber se o consumo deste produto não irá interferir em outros tratamentos e até mesmo consultar a bula para ver essas informações.

Por mais natural que o produto seja o consumo sem indicação médica pode ser prejudicial, fique atento quanto a sua saúde e faça uma pesquisa sobre as marcas que estão comercializando estes medicamentos para ter certeza de que o produto é original, assim você estará seguro quanto aos benefícios que o óleo de prímula trará à sua saúde.

Capaz de aliviar os sintomas da TPM e de tratar dermatites, o óleo de prímula tem conquistado o público brasileiro. Mas será que o óleo de prímula tem efeitos colaterais?

Quem tem essa dúvida pode consultar um médico para saber se o consumo desse produto é o mais indicado para o seu caso.

Óleo de prímula efeitos colaterais

Entre os poucos relatos sobre efeitos colaterais do produto estão queixas de dor de cabeça ocasional, dor abdominal, vômito e diarréias. Mas em geral o óleo de prímula não apresenta reações alérgicas ou hipersensibilidade.

A única contra-indicação é para pessoas alérgicas a plantas da família onagráceas, ao ácido gama linolênico ou a outros ingredientes contidos nas cápsulas (consultar o rótulo). Em caso de dúvida consulte seu médico e veja se o óleo é realmente indicado para o seu caso.

Quem passa por tratamentos de doenças mentais com medicamentos fortes não devem consumir o óleo de prímula, pois pode ocasionar convulsões.

Beneficios do óleo de prímula

O objetivo do óleo de prímula é oferecer aos organismos ácidos graxos que não são produzidos pelo corpo. O consumo desse produto é essencial para suprir essa necessidade, pois o gama linolênio presente na fórmula do óleo é capaz de regular diversas partes do corpo.

As mulheres que sofrem com cólicas, mudança de humor, compulsão e outros sintomas da tensão pré-menstrual vão conseguir aliviar esses incômodos consumindo o óleo de prímula. Isso porque o ácido graxo consegue regulares os hormônios femininos, principais causadores dos mais de 200 sintomas da TPM.

Efeitos colaterais do óleo de Primula

Quem quer ter pele bonita, hidrata e longe dos riscos oferecidos pelos raios solares também pode consumir o óleo de prímula. Ele evita que a pele perca água e ainda combate o envelhecimento precoce. Outro benefício desse produto é a redução de inflamações, inclusive dermatites atópicas que geram coceira na pele.

A lista de benefícios desse medicamento é bem extensa. Há pesquisas sobre a redução do colesterol ruim, o tratamento de eczemas, a melhora nos casos de artrite reumatóide, alívio em dores nas mamas, auxilia o tratamento de esclerose múltipla e muitos outros.

Vale a pena consultar um médico para ter certeza de que o óleo de prímula não é contraindicado para você.

O produto é facilmente encontrado no mercado, diversas marcas já lançaram cápsulas do óleo de prímula com preços para todos os bolsos. Só fique atento quanto à marca para não comprar produtos falsos que não trarão todos os benefícios que você quer atingir com o consumo do óleo de prímula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.